Homologada resolução do CNS que reafirma necessidade de farmacêutico em hospitais de pequeno porte

O Ministro da Saúde, Ricardo Barros, e o Presidente do Conselho Nacional de Saúde, (CNS), Ronald Ferreira dos Santos assinaram a Resolução nº 565 do CNS reafirmando a necessidade da assistência farmacêutica nos hospitais em virtude da complexidade do serviço, inclusive nos hospitais de pequeno porte e com a presença do profissional farmacêutico, independentemente do número de leitos disponíveis.

A resolução havia sido aprovada pelos Conselheiros do CNS ainda no ano passado durante reunião realizada nos dias 9 e 10 de novembro de 2017 e levou em consideração algumas decisões judiciais que desobrigavam hospitais com até 50 leitos de possuírem farmacêutico responsável técnico.

Para a presidente do CRF-SC, Karen Denez, foi uma grande vitória para os farmacêuticos que aguardavam a homologação da resolução há mais de 100 dias. “hoje conseguimos êxito graça ao grande trabalho do CNS através do seu presidente, Ronald Ferreira dos Santos.

O presidente do Conselho Nacional de Saúde, Ronald Ferreira dos Santos, destacou que a homologação representa uma “vitória da Assistência Farmacêutica, da saúde pública, é um forte reconhecimento da autoridade técnica do profissional farmacêutico na gestão e na assistência à saúde em todos os níveis de atenção”.

A vice-presidente do CRF-SC, Hortência Tierling, também destacou a importância do ato do CNS. Para ela, “A ausência dos farmacêuticos nesses estabelecimentos é um risco para os pacientes.”

Confira a resolução 565 do CNS

 

Skip to content