Qual é sua opinião sobre o Exame de Proficiência para Farmacêuticos

O Conselho Regional de Farmácia – CRF-SC, quer saber os seus argumentos, contra ou a favor sobe o exame de proficiência para recém-formados em Farmácia. A sua opinião vai firmar as posições do CRF-SC sobre a questão.

Dada a complexidade do tema, o CRF-SC gostaria de ouvir diretamente dos profissionais farmacêuticos suas opiniões sobre a instituição de um Exame de Proficiência que poderia, em tese, barrar a entrada dos não-aprovados no mercado de trabalho.

Para opinar, em até 1.900 caracteres, por favor preencha seu nome completo e número de CRF no formulário. Sua opinião será importante para balizar a posição do CRF-SC junto ao CFF e ao Congresso Nacional.

Deixe AQUI a sua opinião

O Conselho Federal de Farmácia – CFF, está fazendo uma Consulta Pública para saber se a categoria concorda com a elaboração de um Projeto de Lei que venha a instituir Exame de Proficiência para os profissionais farmacêuticos. A principal alegação para a proposta seria a necessidade de validar a qualidade dos recém-formados, considerando que “a autorização concedida pelo MEC para a abertura descontrolada de novos cursos, presenciais e a distância…resultou, no país em 600 cursos presenciais de graduação em Farmácia e 15 Instituições de Ensino Superior (IES) autorizadas a desenvolver cursos na modalidade a distância.. e um total de 47.319 vagas em cursos de Farmácia”.

O Conselheiro Federal por Santa Catarina, Paulo Boff, pondera que a solução não é tão simples. “Um Exame de Proficiência não ataca a causa do problema – a qualidade da graduação – que só poder ser melhorada com reformas na LDO”. O presidente do Conselho Nacional de Saúde – CNS, Ronald Ferreira dos Santos, também argumenta que um único teste ao final da graduação não seria capaz de avaliar a formação de um profissional da saúde, e que os resultados de desaprovação poderiam ter impactos negativos nas negociações salariais.

Skip to content