CRF-SC alerta: Curso de Farmácia semi-presencial EAD é irregular

CRF-SC ALERTA QUE MODALIDADE SEMI-PRESENCIAL EAD DE CURSO DE FARMÁCIA NÃO TEM AMPARO LEGAL.
 
A Diretoria do CRF-SC informou ao Conselho Federal de Farmácia, que por sua vez acionou o Ministério da Educação, para investigar uma possível irregularidade na oferta de Curso de Farmácia em Rio do Sul.
Ocorre que uma faculdade está anunciando a oferta de um Curso “Semi-Presencial” de Farmácia.
Tal modalidade de curso não existe na legislação brasileira e não tem qualquer amparo do MEC.
As faculdades podem ofertar cursos totalmente EAD, ou então Presenciais.
Os cursos presenciais até podem ministrar 20% da carga horária na modalidade a distância, mas isso não configura de forma alguma uma nova categoria “semi-presencial”.
De tal forma que qualquer Curso de Farmácia oferecido nesta modalidade “semi-presencial” é irregular e nulo de pleno direito.
Cumpre lembrar, também, que o Conselho Federal de Farmácia decidiu não reconhecer ou conceder registro de farmacêutico a alunos egressos de Cursos de Farmácia totalmente EAD, em razão do potencial dano à saúde pública que pode ser causado por profissionais sem a correta formação em tantas habilidades que, no Curso de Farmácia, exigem a presença na graduação para aulas práticas e contato com os pacientes.
O CRF-SC solicita aos colegas farmacêuticos que, sempre que tiverem conhecimento de casos suspeitos semelhantes, denunciem ao CRF-SC para que sejam tomadas as providências institucionais, técnicas e jurídicas cabíveis.
CRF-SC
ÉTICA NA SAÚDE
Skip to content