Conselhos profissionais em defesa da formação presencial em Saúde

Dando sequência ao esforço dos Conselhos Profissionais para barrar o funcionamento da modalidade à distância (EaD), nos cursos de graduação da área de saúde, hoje pela manhã, ocorreu uma audiência com o Deputado Federal Mauro Mariani (MDB) em Joinville. O deputado manifestou seu apoio a formação presencial e contrário a modalidade EaD nos cursos da saúde.

Participaram do encontro, o farmacêutico Luciano Soares, representando o CRF-SC, a nutricionista Alexandra Hansen, do Conselho de Nutrição, a professora do curso de medicina da Univille, Gisele Demarchi e Jaqueline Schreiner Terra do Conselho de Fisioterapia.

Durante a reunião, Mariani fez contato telefônico com a deputada Carmen Zanotto (PPS), que faz parte da Comissão de Seguridade Social da Câmara Federal onde tramita o projeto de lei PL 5414/2016 que proíbe a modalidade EaD na saúde. A Deputada relatou que está totalmente engajada no movimento e defendeu a formação presencial.

Na opinião dos conselhos a proposta de EaD nos cursos da saúde, representa a precarização do ensino, onde a maior prejudicada é a população, que acaba não recebendo o atendimento com qualidade e segurança a que tem direito.

Essa preocupação já foi manifestada por diversos Conselhos Profissionais de Saúde de Santa Catarina. O Conselho Nacional de Saúde também já se posicionou, com a publicação da Resolucão n° 515/2016, destacando os prejuízos que tais cursos podem oferecer à qualidade da formação de seus profissionais, bem como pelos riscos que estes profissionais possam causar à sociedade, de imediato, a médio e a longo prazos.

Skip to content